Grécia PARTE 1 | Planejando: Passagens, Destinos, Roteiro, Transportes e Hospedagem

(Veja antes a introdução)

Compramos passagem pela Turkish: Buenos Aires com escala em São Paulo, parada de várias horas em Istambul e em outro voo saímos pra Atenas.

A Turkish é ideal para essa viagem com parada em Istambul porque:
-Se você fizer conexão durante o dia, eles te levam num ônibus tour pela cidade
-Se você fizer conexão durante a noite, eles te dão uma noite num hotel pra poder dormir e tomar banho.
SIM, totalmente grátis 🙂
Isso não é muito divulgado, achei pela internet e vi escondidinho no site deles. Mais pra adiante conto como funciona.

A primeira missão foi descobrir a Grécia além de Atenas. Grécia tem ilhas incríveis, paradisíacas! O problema é que são muitas, e a gente tinha pouco menos de duas semanas. Resolvemos limitar as nossas opções entre as mais famosas:
-Santorini
-Creta
-Mykonos
-Rhodes

Santorini era a única ilha que tínhamos certeza que íamos, e acabamos escolhendo Creta para ser a segunda. Também precisávamos deixar uns (poucos) dias pra Atenas, além de pensar nos tempos em trânsito (avião e ferry).

Roteiro definido: Atenas – Creta – Santorini – Atenas.

Creta é a maior ilha da Grécia; logo, é onde decidimos estar mais tempo. Santorini é pequeno, e não precisa de muito tempo pra conhecer. E Atenas, além de ser nosso destino com o avião aqui de Buenos Aires, também é parada obrigatória por todos os pontos turísticos e história.

Os planos pra cada lugar:

Atenas: depende do quanto você ama história e museus. Nós não amamos muito (me julguem), decidimos ficar só dois dias (um na ida e um na volta) e deixar o resto pras ilhas. Foi a parte mais fácil da viagem em relação aos planos – é fácil achar hotéis bons e bem localizados, tem muita informação na internet, é fácil se virar sem planejar muito antes.

Creta: é uma ilha enorme. E não é uma cidade – é como se fosse um estado com MUITAS mini cidades. E as cidades estão divididas por regiões: Chania, Rethymo, Heraklio e Lasithi / Agios Nikolaos. Pesquisei muito, estivemos a ponto de fechar um hotel em Agios Nikolaos, mas decidimos ir para Chania.

Santorini: por ser pequeno, é relativamente fácil planejar essa parte. E fácil conseguir fazer tudo também – rezando pro clima estar bom!

TRANSPORTES:

Com exceção do carro de Santorini, reservamos tudo com antecedência.
Como já falei, fomos de Buenos Aires a Atenas pela Turkish.
Em Atenas, andamos de metrô o tempo todo. Super fácil.

Ferries

De Atenas para Creta, fomos em ferry (durante a noite, pra economizar uma noite de hotel). Existem várias empresas, e tudo depende da temporada e do porto. Como já falei, Creta é enorme, e escolher um ou outro porto faz muita diferenca. A maioria dos ferries vão pra Heraklion, mas conseguimos um que ia pra Chania e valeu muito mais a pena pra gente. Existem várias empresas de Ferry, e nós usamos a Anek Lines (a melhor) de Atenas pra Creta, a Hellenic Seaways (a pior, mas o trecho é curto) de Creta pra Santorini e a Blue Star de Santorini pra Atenas. Nos ferries você pode comprar a passagem pra ficar em cabines (a modalidade mais cara), pode comprar a passagem e ficar ali mas sem um lugar pra poder sentar e dormir, só usando as áreas comuns (a mais barata) ou então pode comprar um Air Seat – um preço justo com uma poltrona mais confortável pra chamar de sua. Como viajamos a noite nos trechos longos, escolhemos essa opção. Sites para comprar passagens: Ferries in Grece e Fantastic Greece

Carros

Em Creta, alugamos um carro com antecedência. Depois de pesquisar muito, fechamos com a Europeo Car, que além de ser a mais barata que eu encontrei, aceitava fazer a entrega e a devolução do carro em pontos diferentes (muitas não aceitam). Foram levar o carro no porto de Chania (Souda), e na volta deixamos o carro no porto de Heraklion (seguindo as indicações deles, só deixamos o carro lá, aberto e com a chave embaixo do tapete O.o)

Em Santorini não sabíamos se realmente precisaríamos de carro. Mas logo na chegada, ao pisar no porto o pessoal das locadoras de carro voam em cima dos turistas, e te explicam que sem carro é complicado – e é mesmo, pra começar pra sair do porto tem que subir um barranco de curvas. Fomos abordados por uns e acabamos fechando com eles mesmo – depois de negociar um pouco, já que os preços eram bem mais alto que os de Creta.

HOSPEDAGEM

No primeiro dia em Atenas, não nos hospedamos em lugar nenhum (mais detalhes abaixo). Para o resto, usamos o Airbnb, o Booking e o Tripadvisor.

Em Creta, queríamos uma experiência mais local. Escolhemos um hotel familiar pelo Airbnb, e a experiencia foi linda desde o início. Escolhemos o SunRise – e a pessoa que gestiona tudo é a Maria, a filha do casal fofo que cuida do hotel lá em Creta. A Maria mora na Alemanha, mas juro pra vocês que foi como se ela tivesse atendido a gente pessoalmente. Ajudou com dicas, mandou arquivos super instrutivos do local, respondeu todas as perguntas e esteve o tempo todo à disposição.

Em Santorini, achamos um hotel que parecia muito bom e com um preço ok chamado De Sol Hotel (bom, mas sem vista pro vulcão, o que pra gente tava ok). O único porém: não achamos reviews em nenhum lugar na internet. Resolvi escrever perguntando o motivo, e me explicaram: o hotel era parte do Volcano View –  o hotel 4 estrelas que fica do outro lado da rua e tem realmente vista pro vulcão. Como muita gente se frustrava com isso, eles resolveram dividir e colocar outro nome, mas ainda eram do mesmo grupo e podíamos usar as dependências do Volcano – incluindo piscina, café da manhã, tudo. Não nos arrependemos 🙂

E em Atenas, onde dormimos só uma noite, escolhemos o Sweet Home Hotel. Pude me comunicar com eles antes pra tirar dúvidas e pra negociar algumas coisas (detalhes mais pra frente).

Todos os posts da viagem:

Introdução
Grécia PARTE 1 | Planejando: Passagens, Destinos, Roteiro, Transportes e Hospedagem
Grécia PARTE 2 | Chegada em Atenas – Ida pra Creta
Grécia PARTE 3 | 6 dias em Creta
Grécia PARTE 4 | 3 dias em Santorini
Grécia PARTE 5 | Uma passadinha por atenas

2 thoughts on “Grécia PARTE 1 | Planejando: Passagens, Destinos, Roteiro, Transportes e Hospedagem

  1. Fernanda Março 7, 2016 / 9:22 pm

    Luiza! Adorei as dicas!
    Estou pensando em fazer uma viagem bem parecida com a sua! Gostaria de saber mais ou menos quanto voce gastou com hospedagem, comida, transportes e passeios, sõ para ter uma ideia da viabilidade…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s